Propriedades dinamicas e ‘coisas mais’

Nos ultimos dias Tomaz e eu estamos trabalhando para adicionar algumas features novas no Rocs e corrigindo alguns bugs que aparecem no caminho.

Conseguimos terminar a adição de propriedades dinâmicas, propriedades estas que podem ser adicionadas e utilizadas durante o script. Com elas fica mais fácil trabalhar com alguns problemas de grafos, como por exemplo PRV, CCP, CCCP, e outras siglas legais, uma vez que se podem adicionar propriedades como por exemplo capacidade ou demanda diretamente nos nós, sem ter um vetor separador. Aqui tem uma imagem
Rocs: Now with dinamic properties

Pra quem conhece o Rocs deve ter reparado que os icones dos nós estão diferentes neh? Bom, essa é uma outra novidade (ainda em desenvolvimento) que é os icons pack, onde os usuários podem criar seus prórpios conjuntos de icones (para apresentar sobre VRP, pode colocar o deposito como um prédio e as demandas como lojas, por exemplo) sendo interessante para apresentar em palestras

Foram feitas algumas melhorias para estabilidade no core e alterações na interface.

Se quiserem testar essa versão do rocs, o código fonte pode ser obtido com o svn (svn co svn://anonsvn.kde.org/home/kde/trunk/KDE/kdeedu/rocs)

O inicio antes do fim

Por volta de julho contatei o Tomaz para ajudar no desenvolvimento do Rocs. Mas devido a ‘medo’ e falta de tempo mesmo (quem manda se envolver com tudo) não tinha pego o projeto pra trabalhar.

Após alguns meses o Tomaz pediu pra mim escrever uns exemplos para o Rocs, claro que aceitei, até pq eu jah tava com vergonha de por me dispor a ajudar e não ter posto o mão na massa ainda.
Devido a um erro em um script, encontrei um bug que fazia o Rocs travar. A resposta do Tomaz: Não abra bugs que pode corrigir:) . não poderia ter sido melhor. decidi que devia resolver.

Depois de lutar um pouco com threads, conseguimos (o Tomaz me deu uma baita mão pelo Gtalk ) e agora posso dizer que sou um ‘colaborador’ do KDE (através do Rocs).

E consegui antes do final do ano inciar a ajudar esse grande projeto que é o KDE através do Rocs, o qual tem várias idéias por serem implementadas para uma próxima versão e que vou ajudar nisso.

juntando vários arquivos html em um único arquivo

parecia ‘simples’, principalmente depois de ler isso, mas não foi por um motivo… codificação…
Mas deixa eu contar primeiro porque estava querendo juntar eles.
Hoje as 2 da madrugada, eu e minha esposa terminamos a documentação do projeto ASE. Blz!, usamos o help engine do próprio Qt e o assistant. Tudo funcionando legal.
Apenas pra constar o Help engine do Qt, é uma coleção de arquivos HTML agrupados em arquivo e aberto pelo Assistant. tem muita coisa legal nisso deem uma olhada na documentação.

Fui durmir feliz da vida, até olhei um filme de um cara de outro planeta num hospicio. De manhã acordo com a esposa dizendo “O professor ligou, deu um erro nos pacote ASE.”

Pirei cara, “Mas tava funcionando!”, “Será que o pacote corrompeu?”, “será alguma versão de dll?”, “será que ele tava falando da ajuda ou do programa que parou de funcionar?” Levantei e fui ver meus e-mails, era só arquivo corrompido… ufa…

Mas tinha uma outra tarefa criar um documento (doc, pdf) com todo conteudo de ajuda.

Pensei, vou abrir com o word! pra da HTML ele criava um novo documento.
Tá vou então gerar todos documentos e nofinal faço um ‘append’! Word permite que se insita outros documentos, mas eles ficam como objetos. Não servia

Pensei HTML nada mais é que um XML, vou retirar as tags </body> e </html> e juntar. segunido o link citado no inicio fiz e funcionou! Até por ali, alguns arquivos estavam codificados com UTF e outros como ANSI. Acentos viravam uma bagunça. Tinha que transformar tudo em UTF (Tenho tomado essa inciativa pra meus documentos ‘cross plataform’)

Pra isso lembrei do notepad++ (já puderam ver que eu estava no windows). Ele tem uma funcinalidade legal que mostra a codificação atual dos documentos e permite converte-los para outra codificação.

Blz com isso tinha todos arquivos HTML em uma codificação e pude juntar em um arquivo html, abrir com o word, arrumar um pouco a formatação, gerar um PDF e enviar.

Tudo muito simples, mas que me tomou um certo tempo. uma coisa que aprendi é que vale mais perder um certo tempo pesquisando que fazendo na ‘marra’. Claro que vale tambem o conhecimento do sujeito, se não conhecesse o notepad++, possivemente estaria ainda copiando e colando textos…

Abraços

De volta… e trago boas novas

De volta da terra dos programadores exilados :p

Nada como terminar e entregar um programa… Esse ano estive bastante (totalmente) envolvido no desenvolvimento da aplicação da minha IC (vou fazer um post disso mas adianto que é um sistema de representação de redes de distribuição de energia)… ahh o grupo que participo é esse.

Esse ano passamos por uma mudança gigante. Até Janeiro estavamos desenvolvendo o ASE (a ‘tar’ da aplicação que falei) usando C++ (velocidade, abstração, código legado, escolha pessoal) e GTK+ para interface, mas estavamos ‘apanhando’… e muito.

Cara, meses pra desenvolver o desenho de uma rede e grandes calculos pra fazer  a seleção (pega o ponto do click do mouse, verifica a distância dele até o segmento de reta da aresta do grafo… my head hurts….). Claro que faltava muito conhecimento de como é uma aplicação gráfica, como funciona a biblioteca GTK+, mas era muito laço. Quase 5 meses pra criar uma janelinha só pra desenhar a rede… acho que faltou ver alguns exemplos de representação de grafos com GTK+.

Então vi uma noticia no Br-Linux: Qt será licenciado sobre LGPL. Lembrei de ouvir muitas discuções que GTK+ é melhor, Qt é melhor, decidi conhecer esse tal de Qt… Foi amor a primeira lida….

Conversei com meu orientador sobre a troca de biblioteca gráfica. Depois de um breve brainstrom (ou Tormenta de idéias) decidi testar esse tal de Qt.  Baixa biblioteca, compila, estuda exemplos, cara tem um exemplo que parece o que eu quero, pega exemplo, altera um pouco, junta uns códigos e PRONTO cerca de uma semana  e meia e tinha algo muito semelhante ao que levamos 5 meses pra fazer, somando zoom, pan, seleção e movimentação dos itens. Cai nas graças do Qt 🙂

Em breve mais noticias.

P.S.  nada contra GTK+, acho que também faltou mais estudo de nossa parte…

Fractais

Tive um trabalho na faculdade que tinhamos que criar uma figura diferente, tive a idéia de usar fractais, sempre achei eles legais. Tentei mas nao consegui. dai hj eu tentei usando C, e até que ficou legal, ainda tenho q melhorar uma poucou, mas jah teve uns desenhos legais.

Vou colocar 1 figura com 600 x 600 px. A segunda com 12000 x 12000 px, essa ultima bem pesada (2 mb), nao consegui colocar, mas ela eh legal que aparece bem mais detalhes.

Nem parece que tenho prova de calculo daqui a 2 dias… tsc tsc tsc…