Mudança de ares

Olá webmundo,

Atenção, esse post pode é mimimi, então não venha reclamar que eu não avisei. Aproveito que tu já leu até aqui e aviso que esses posts irão aparecer mais aqui, estou entrando numa fase de expor algumas coisas. Também pretendo escrever coisas mais técnicas aqui, mas isso fica pra depois.
Para quem não recorda (ou me conhece a pouco tempo), a quase 6 anos atrás (13/10/2006) eu fiz uma mudança drástica na minha vida.
Eu morava em Caçapava do Sul e tinha um emprego com carteira assinada em uma empresa que eu adora trabalhar, meus amigos todos moravam lá, minha família mora lá, mas ainda assim eu sentia que precisava mudar, sentia que queria conhecer novos lugares.
Sem saber muito para onde eu estava indo, e sem conhecer ninguém, me mudei para Alegrete para fazer uma graduação em Ciência da Computação em uma universidade nova (UNIPAMPA). Agora, 6 anos depois, eu vejo que essa mudança de ares foi ótima para eu sair da minha zona de conforto. Se eu estivesse em caçapava acredito que eu não teria evoluido muito como pessoa.
Agora está na hora de outra mudança dessas. Já pedi o desligamento como professor substituto aqui na universidade, estou colocando a casa para alugar, vou sair para visitar alguns amigos pelo Brasil, e quem sabe tirar um tempo em alguma cidade desconhecida 🙂 (aceito sugestões 🙂 ).O interessante é que eu sinto eu estou com um vontade gigante de voltar a fazer as coisas que me davam prazer, mesmo ainda estando no mesmo emprego pelos próximos dias e com as mesmas atribuições de alguns dias atrás. APenas para conhecimento essas coisas incluem conversar com os amigos (desculpem, apesar de afastado, meu pensamento estava com vocês, mas eu estava muito focado no trabalho para me dar de conta desse afastamento), voltar a construir armas medievais (hoje voltei a atirar de arco e flecha http://www.youtube.com/watch?v=aB1YnLg-a4A ), e programar por prazer. Alguns amigos disseram que eu tenho coragem de fazer uma mudança dessas (largar tudo e não ter um plano bem definido). Creio que aqui não chega a ser coragem (insanidade?!), mas sim uma necessidade. Essa mudança está sendo alavancada não só pela minha necessidade de mudança interior, mas também pelo entorno. Só sei que eu preciso me reencontrar, preciso redescobrir o Wagner.
Antes de me despedir, gostaria de reforçar que o que me motivou a ir embora daqui não é nenhum fator externo (como o transporte público de péssima qualidade), mas apenas a necessidade de mudar de ares.
Bom, tenho uma aula agora (a última em sala de aula), então até logo e obrigado pelos peixes.
Wiglot (Wagner fica para o cobradores 🙂 )

=-=-=-=-=
Powered by Blogilo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: